Archive for the Festivais e Premiações Category

Os mais premiados de 2008

Posted in Festivais e Premiações on 23/02/2009 by cinemacc

Olá amigos,

Os primeiros dois meses de cada ano são sempre repletos de premiações referentes aos filmes produzidos no ano anterior. Muitos dessas obras estreiam no Brasil apenas nesse período, então vale a pena seguir as dicas das premiações para não errar na sessão ou na locação:

slumdog-millionaire2

1. Slumdog Millionaire (Quem Quer Ser um Milionário?, ING, 2008)
Direção: Danny Boyle; Loveleen Tandan.
8 Academy Awards: Filme, Diretor, Roteiro Adaptado, Edição, Fotografia, Trilha Sonora, Canção, Mixagem de Som.
4 Golden Globes: Filme, Diretor, Roteiro, Trilha Sonora.
7 BAFTAs: Filme, Diretor, Roteiro Adaptado, Edição, Fotografia, Trilha Sonora, Canção, Mixagem de Som.
Macc Avaliação: 9,5

 

 

the-dark-knight

2. The Dark Knight (O Cavaleiro das Trevas, EUA, 2008)
Direção: Christopher Nolan
2 Academy Awards: Ator Coadjuvante (Heath Ledger), Edição de Som.
1 Golden Globe: Ator Coadjuvante (Heath Ledger).
1 BAFTA: Ator Coadjuvante (Heath Ledger).
1 Grammy: Trilha Sonora.
Macc Avaliação: 10

 

 

 

untitled

3. The Wrestler (O Lutador, EUA/FRA, 2009)
Direção: Darren Aronofsky
2 Golden Globes: Ator (Mickey Rourke), Canção.
1 BAFTA: Ator (Mickey Rourke).
3 Independent Spirits: Filme, Ator (Mickey Rourke), Fotografia.
1 Venezia Festival: Leão de Ouro.
Macc Avaliação: 9,5

 

 

 

 

curious_case_of_benjamin_button4. The Curious Case of Benjamin Button (O Curioso Caso de Benjamin Button, EUA, 2008)
Direção: David Fincher
3 Academy Awards: Direção de Arte, Maquiagem, Efeitos Visuais.
3 BAFTAs: Direção de Arte, Maquiagem e Cabelo, Efeitos Visuais.
Macc Avaliação: 9,5

 

 

 

 

vicky_cristina_barcelona5. Vicky Cristina Barcelona (Vicky Cristina Barcelona, EUA/ESP, 2008)
Direção: Woody Allen
1 Academy Award: Atriz Coadjuvante (Penélope Cruz).
1 Golden Globe: Filme – Comédia.
1 BAFTA: Atriz Coadjuvante (Penélope Cruz).
2 Independent Spirits: Atriz Coadjuvante (Penélope Cruz), Roteiro.
Macc Avaliação: 9

 

 

 

milk46. Milk (Milk – A Voz da Igualdade, EUA, 2008)
Direção: Gus Van Sant
2 Academy Awards: Ator (Sean Penn), Roteiro Original.
2 Independent Spirits: Roteirista estreante, Ator Coadjuvante (James Franco).
Macc Avaliação: 8,5

 

 

 

 

wall_e7. WALL-E (Wall.E, EUA, 2008)
Direção: Andrew Stanton
1 Academy Award: Animação.
1 Golden Globe: Animação.
1 BAFTA: Animação.
Macc Avaliação: 9,5

 

 

 

 

 

the-reader28. The Reader (O Leitor, EUA/ALE, 2008)
Direção: Stephen Daldry
1 Academy Award: Atriz (Kate Winslet).
1 Golden Globe: Atriz Coadjuvante (Kate Winslet).
1 BAFTA: Atriz (Kate Winslet).
Macc Avaliação: 8,5

 

 

 

 

 

man_on_wire_ver29. Man on Wire (Man on Wire – O Equilibrista, ING/EUA, 2008)
Direção: James Marsh
1 Academy Award: Documentário.
1 BAFTA: Filme Britânico.
1 Independent Spirit: Documentário.
Macc Avaliação: 9,5

  

 

 

 

 

entre_les_murs10. Entre les Murs (Entre os Muros da Escola, 2008, FRA)
Direção: Laurent Cantet
1 Independent Spirit: Filme em Língua Estrangeira.
1 Cannes Festival: Palma de Ouro.
Macc Avaliação: Sem cotação

 

 

 

 

 

181_2615-longtemps-jetaime-poster_thumbnail111. Il y a longtemps que je t’aime (Há Tanto Tempo que Te Amo, FRA, 2008)
Direção: Philippe Claudel
1 BAFTA: Filme em Língua Estrangeira.
2 Berlin Festival: Prêmio do Júri, Prêmio leitores “Berliner Morgenpost”.
Macc Avaliação: Sem cotação

  

 

 

 

 

duchess_ver2112. The Duchess (A Duquesa, ING/ITA/FRA, 2008)
Direção: Saul Dibb
1 Academy Award: Figurino.
1 BAFTA: Figurino.
Macc Avaliação: 7

 

 

 

 

 

 

okuribito-1113. Okuribito (Departures, JAP, 2008)
Direção: Yojiro Takita
1 Academy Award: Filme em Língua Estrangeira.
Macc Avaliação: Sem cotação

 

 

 

 

 

 

in_bruges14. In Bruges (Na Mira do Chefe, ING/EUA, 2008)
Direção: Martin McDonagh
1 Golden Globe: Ator – Comédia (Colin Farrell).
1 BAFTA: Roteiro Original.
Macc Avaliação: 8,5

 

 

 

 

 

vals-im-bashir15. Vals im Bashir (Valsa com Bashir, ISR/FRA/ALE, EUA, 2008)
Direção: Ari Folman
1 Golden Globe: Filme em Língua Estrangeira.
Macc Avaliação: 10

 

 

 

 

 

E começamos a observação dos filmes de 2009…

Academy Awards®, 81ª Edição – Parte 2 – Os comentários

Posted in Festivais e Premiações on 23/02/2009 by cinemacc

estatueta_oscar

Olá pessoal,

Estava escrito. Quem quer ser um milionário?, de Danny Boyle (Slumdog Millionaire) faturou 8 dos 10 prêmios que havia sido indicado na 81ª Cerimônia dos Academy Awards®, que aconteceu no Kodak Theatre, Los Angeles, no dia 22 de Fevereiro, em meio ao carnaval brasileiro.

slumdog-millionaire

A festa optou por grandes diferenças. Começando com Hugh Jackman como host, que logo no princípio apresentou um número da dança em que cantou os principais indicados da noite.

O show foi dividido em seis grandes partes, cada uma realçando uma fase peculiar da produção de um filme. Essa estratégia foi bastante interessante principalmente porque trouxe clareza aos espectadores. Vejamos: a parte 1 foi denominada no roteiro do Oscar® de “A Página em Branco” (“The Blank Page”) e referiu-se aos prêmios de Roteiro e Animação, além de Melhor Atriz Coadjuvante; a parte 2  caracterizou a “Produção” de um filme com as estatuetas de Direção de Arte, Figurino e Maquiagem; Já a parte 3 englobou as categorias de Fotografia e os Prêmios Técnicos, além de Documentários e Ator Coadjuvante; a parte 4 pontuou prêmios da “Pós-Produção” como Efeitos Visuais, Sonoplastia e Edição;  a parte 5 premiou os quesitos da “Música” com Trilha Sonora e Canção; e por fim, foram entregues os “Big Awards” para Diretor, Atriz, Ator e Filme, fechando a festa. Entremeando cada uma das partes foram exibidos cinco clipes com os Melhores Filmes de 2008, sumarizando o ano pelos gêneros: Filme de Animação (com destaque para Wall.E), Romance, Comédia (em que até o Framboesa de ouro O Guru do amor, apareceu!), Documentário e Ação (com destaque para The Dark Knight e Hancock), além da exibição dos prêmio de pesquisa e avanço técnico, do prêmio humanitário Jean Hersholt (que esse ano foi para Jerry Lewis) e do sempre comovente in memoriam.

Em resumo foi um espetáculo mais dinâmico e dançante, do que cômico. Mas algumas piadas foram bastante criativas como a de Ben Stiller Ele estava caracterizado de Joaquim Phoenix em sua fase Hip Hop, e fizeram menção a entrevista de Phoenix no Late Show de David Letterman. Ficou engraçado. 

Ben "Joaquin Phoenix" Stiller e Natalie Portman na premiação de Melhor Fotografia

Ben "Joaquin Phoenix" Stiller e Natalie Portman na premiação de Melhor Fotografia

Mas qual foi a nossa apreciação dos vencedores e das surpresas das premiações?

Pois bem, antes de tudo devo dizer que achei justo Quem quer ser um milionário? vencer as principais categorias do Oscar® como Filme, Direção, Roteiro, e também em prêmios técnicos como Edição e Fotografia. Mas também foi exagerado premiar a Canção “Jai Ho” e a Mixagem de Som. O filme é um primor sonoro como a Trilha Sonora, que também recebeu a estatueta, comprova, sendo bastante inventivo e pulsante, entretanto havia outros concorrentes tão bons quanto o filme de Danny Boyle como Wall.E (que ficou apenas com o de Animação) e O cavaleiro das Trevas (The Dark Knight, que além do prêmio justo para Ledger, também venceu Edição de Som).

Sobre O Curioso Caso de Benjamim Button (The Curious Case of Benjamin Button) os prêmios óbvios ele conquistou: Maquiagem, Efeitos Visuais (que incorpora e trabalha lado a lado com a Maquiagem) e Direção de Arte. Talvez a extensa pesquisa de Figurino [que ficou para o filme de época A Duquesa (The Duchess)] também fosse merecida, além da direção segura de David Fincher, mas o prêmio para ele ficará para outra vez.

Sean Penn está magnífico em Milk – A Voz da Igualdade (Milk) – filme que também venceu Roteiro Original – e foi um prêmio justo também pela carreira, já que seu maior rival na noite Mickey Rourke tem um desempenho magnífico em O Lutador (The Wrestler), mas a falta de simpatia dos votantes da academia foi o diferencial neste caso. Penn dois Oscars® na carreira… e com seu talento ainda poderá levar mais.

Personagem e Personalidade: Sean Penn e Harvey Milk

Personagem e Personalidade: Sean Penn e Harvey Milk

Kate Winslet já havia sido indicada 6 vezes. Então um prêmio pela carreira seria justo. Não considero sua Hanna Schmitz em O Leitor (The Reader) a melhor performance da atriz, ainda que ela se sobressaia na obra, mas tendo em vista as concorrentes desse ano creio ter sido merecido a vitória da britânica.

Para Ator Coadjuvante Heath Ledger foi óbvio. Sua atuação é perfeita em O cavaleiro das Trevas, tendo criado um Coringa único e definitivo. Mas a categoria Atriz Coadjuvante e a vitória dada a favorita Penélope Cruz, por Vicky Cristina Barcelona, seria justo se ela não tivesse concorrentes que dão aula de interpretação como Viola Davis e Amy Adams em Dúvida, e mesmo Marisa Tomei em O lutador. Em todo caso, é sempre bom ver alguém estrangeiro vencer falantes da língua inglesa, e Cruz está interessante no papel, ainda que exagerada.

Para documentário Man on Wire era uma aposta objetiva, pois se tratava do melhor roteiro e da melhor produção. O filme mescla cenas reais da época, com atores que reencenam todo o plano arquitetado por Philippe Petit, que em 1974, quando as Torres Gêmeas haviam sido recém-inauguradas, procurou atravessar o vão entre os prédios através de uma corda de aço. O resultado é um documentário de ação, que envolve e desperta suspense. Inovador.

A surpresa: o que é Okuribito (Departures), do Japão, para Filme em Língua Estrangeira?  a obra teve ótimos comentários dos críticos Ana Maria Bahiana e Rubens Ewald Filho e narra a história de um homem responsável por arrumar os corpos de falecidos nos caixões. Sinistro! Mas, interessante! Tudo bem que ainda não vi o filme, porém eu não via concorrentes para o magnífico e inventivo Valsa com Bashir (Vals im Bashir). Talvez o conflito entre Israel e Líbano e a força do filme tenham sido um motivo para os votantes negá-lo, mas você não pode deixar de ver essa obra de arte.

Departures (Page 1)

Naquelas categorias em que ver os filmes é quase uma busca pelo impossível, Documentário em Curta-Metragem (vencido pelo norte-americano que tematiza crianças na Índia Smile Pinki), Filme em Curta-Metragem [conquistado pelo alemão Spielzeugland (Toyland)] e Animação em Curta-Metragem, gostaria de saudar apenas essa última que pude acompanhar. O prêmio ficou merecidamente com o japonês La Maison em Petits Cubes (Casa de Pequenos Cubos). Esta é uma animação que foge do hoje convencional uso do CGI (como faz a Pixar, por exemplo), sendo a mais complexa tanto artística (computador em 2D e desenho em lápis) quanto tematicamente (a obra narra a história de um solitário idoso que para fugir de uma inundação, vai adicionando andares sobre sua antiga casa que está submersa. Também submerso, estão suas memórias e os momentos felizes que passou ao lado da família. Brilhante!

Enfim, sabemos que as premiações do Oscar® são movidas pela emoção e pela política que muitos estúdios empregam nas suas campanhas de divulgação, mas nesta 81ª edição podemos ver que entre a busca por respostas e a trajetória dos filmes de 2008, o grande vencedor do Academy Awards® 2009 encontrou seu destino nas mãos de um “vira-latas”, agora milionário.

Então, não deixe de ver os filmes premiados.

Academy Awards®, 81ª edição – Parte 1 – Os vencedores

Posted in Festivais e Premiações on 23/02/2009 by cinemacc

oscar-2009-1 

Olá pessoal, vocês já devem saber mas vou arquivar aqui a listagem dos vencedores do Oscar® 2009:

Filme: Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

Ator: Sean Penn, por Milk – A Voz da Igualdade (Milk)

Atriz: Kate Winslet, por O Leitor (The Reader)

Ator Coadjuvante: Heath Ledger, por O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight)

Atriz Coadjuvante: Penélope Cruz, por Vicky Cristina Barcelona

Diretor: Danny Boyle, por Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

Filme em Língua Estrangeira: Okuribito (Departures) (Japão)

Animação: Wall-E

Roteiro Adaptado: Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

Roteiro Original: Milk – A Voz da Igualdade (Milk)

Fotografia: Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

Direção de arte: O Curioso Caso de Benjamim Button (The Curious Case of Benjamin Button)

Figurino: A Duquesa (The Duchess)

Documentário: Man on Wire

Documentário em curta-metragem: Smile Pinki

Montagem: Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

Maquiagem: O Curioso Caso de Benjamim Button (The Curious Case of Benjamin Button)

Trilha sonora original: Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

Canção: “Jai Ho” Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

Curta-Metragem de Animação: La Maison de Petits Cubes (Casa dos Pequenos Cubos)

Curta-Metragem: Spielzeugland (Toyland)

Edição de Som: O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight)

Mixagem de Som: Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

Efeitos Visuais: O Curioso Caso de Benjamim Button (The Curious Case of Benjamin Button)

 

Prêmios totais8 Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire)

3 O Curioso Caso de Benjamim Button (The Curious Case of Benjamin Button)

2 Milk – A Voz da Igualdade (Milk)

2 O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight)

1 A Duquesa (The Duchess)

1 Vicky Cristina Barcelona

1 O Leitor (The Reader)

1 Okuribito (Departures) (Japão)

1 Wall-E

1 La Maison de Petits Cubes (A Casa dos Pequenos Cubos)

1 Spielzeugland (Toyland)

1 Smile Pinki

1 Man on Wire

29º Framboesa de Ouro: os piores de 2008

Posted in Festivais e Premiações on 22/02/2009 by cinemacc

razzie

 Olá amigos, neste sábado, 21 de Fevereiro, foram anunciados os “vencedores” dos Razzies ou Framboesa de Ouro.

O Framboesa de Ouro (Golden Raspberry) é aquele prêmio destinado aos piores filmes do ano. A premiação é um contraponto bastante engraçado e interessante à festa do Oscar®, a mais badalada da indústria do cinema mundial. A premiação já está em sua 29ª edição e parte de sua justificativa está no reconhecimento do que é pior, revelando-se, de certa forma, a admiração ao diretor norte-americano Ed Wood, considerado o pior de todos os tempos, cujas obras viraram cult.

Em 2009, alguns filmes se salientaram pela péssima idealização e concepção. O grande “vencedor” foi o lamentável O guru do amor (The Love Guru, 2008), com Mike Myers, Jessica Alba e Justin Timberlake. Na obra, Pitka (Myers) é um guru do amor canadense que cresceu na Índia, e decide ajudar um casal que está em crise no relacionamento. O filme é tenebrosamente ruim e eu indico apenas para fãs de Myers e Timberlake.

the-love-guru

Mas não “foi” apenas o ano de Myers. Paris Hilton conquistou tantos prêmios quanto o “guru”, conseguindo a incrível marca de “vencer” todos os prêmios de interpretação feminina. O mais destacado dos filmes de Hilton é A Gostosa e a Gosmenta (The Hottie and the Nottie, 2008). No longa, Cristabelle Abbott (Paris Hilton) é uma moça que desperta a paixão do amigo de infância Nate Cooper (Joel Moore), que deseja casar com ela. Mas ela só aceitará o pedido quando encontrar o homem perfeito para sua melhor amiga… que é muito feia. Com um mote desses só se pode esperar algo pífio. Não pretendo assistir.

the-hottie-and-the-nottie1

Outra justiça foi o prêmio dado ao quarto Indiana Jones. O filme buscou soluções “spielbergianas”, destruindo e maculando a aura do arqueólogo mais famoso do cinema. Até mereceria outros prêmios, mas o sucesso de público comprova que um filme de aventura com adeptos e fãs de Indiana ainda pode ser um caminho para o lucro, ainda que a obra seja uma bomba maior que a atômica que aparece no longa. Em tempo: eu ainda não me conformei em encontrar Maias em terras Incas. É demais e desnecessário!

 

Abaixo os piores de 2008.

Pior Filme: The Love Guru (O Guru do Amor)

Pior Ator: Mike Myers por The Love Guru (O Guru do Amor)

Pior Atriz: Paris Hilton por The Hottie and the Nottie (A Gostosa e a Gosmenta)

Pior Atriz Coadjuvante: Paris Hilton por Repo: The Genetic Opera

Pior Ator Coadjuvante: Pierce Brosnan por Mama Mia! (Mamma Mia! – O Filme)

Pior Dupla: Paris Hilton e Christine Lakin ou Joel Moore em The Hottie and the Nottie  (A Gostosa e a Gosmenta)

Pior Prólogo, Remake, Sequência ou Cópia: Indiana Jones and The Kingdom of The Crystal Skull (Indiana Jones e Reino da Caveira de Cristal)

Pior Diretor: Uwe Boll por 1968: Tunnel Rats, In The Name of The King: A Dungeon Siege Tale, e Postal

Pior Roteiro: Mike Myers & Graham Gordy  por The Love Guru (O Guru do Amor)

Pior Carreira: Uwe Boll (a resposta alemã para Ed Wood)

 

Então, evite locar ou assistir qualquer desses filmes, e até breve!