Archive for the Faroeste Category

Johnny Guitar: a lei da mulher no faroeste

Posted in Ciclo de Cinema Histórico, Faroeste on 02/04/2009 by cinemacc

johnny_guitar1

Johnny Guitar (Johnny Guitar, EUA, 110 min., 1954). Direção: Nicholas Ray. Roteiro: Philip Yordan. Fotografia: Harry Stradling. Música: Victor Young. Elenco: Joan Crawford; Sterling Hayden; Mercedes McCambridge; Scott Brady; Ward Bond; Ben Cooper; Ernest Borgnine; John Carradine.

 
Que o faroeste é de grande relevância para o cinema, nós já afirmamos em um post anterior. Que os gêneros cinematográficos tiveram seu surgimento a partir da criação e da inventividade do faroeste, O grande roubo do Trem (1903), de Edwin Porter, não é novidade para o público cinéfilo. Que faroestes tipo “A”, “B” ou “C” são estilos que atraem o público masculino é, talvez, falar o óbvio. Mas e quando temos uma mulher nas rédeas temática desse gênero? O que estaria acontecendo? É esse o caso de Johnny Guitar.

Baseado na novela de Roy Chanslor e dirigida pelo mestre Nicholas Ray a história trata de Vienna (Joan Crawford), uma dona de um saloon que vê suas esperanças renascerem com a possibilidade da ferrovia passar próximo ao seu comércio. Mas ela tem que resolver um problema: a hostilidade do xerife local e os capangas de sua inimiga mortal, Emma, (Mercedes McCambridge), uma fazendeira que a quer fora da cidade. Para enfrentar as adversidades, numa luta sangrenta que está por começar, ela conta com a ajuda do antigo amor Johnny Guitar (Sterling Hayden), músico e pistoleiro.

Essa temática, inovadora para o gênero, por si só já poderia render uma emblemática discussão, pois na medida que a história gira em torno de duas mulheres rivais, de temperamentos fortes e determinadas em atingir seus objetivos, a proprietária do saloon e a fazendeira, que é sexualmente reprimida, temos uma inversão de convenções cinematográficas que torna o filme ímpar, até então. E, mesmo não tendo tido tanto destaque em Hollywood quando de seu lançamento, tornou-se cult na visão dos franceses da Cahiers du Cinema, em especial François Truffaut que descreveu em um de seus textos como A Bela e a Fera dos faroestes.

A figura título Johnny Guitar é, na verdade, o objeto de disputa principal na história. Sendo um mero observador passivo da trama, galanteando e representando um campo que os faroestes sempre procuraram tratar de maneira cuidadosa, as paixões elevadas por sentimentos impulsivos e ao mesmo tempo nobres. E isso as heroína e a antagonista conseguem dominar plenamente durante o desenvolvimento da história.

Como curiosidade fica as muitas citações que o filme relegou em outras obras como em um Truffaut, A sereia do Mississippi (1969) em que as personagens de Jean-Paul Belmondo e Catherine Deneuve admiram o filme e em Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos (1988), de Almodóvar, em que a personagem de Carmen Maura dubla o filme de Ray. Talvez neste dois exemplos, posso ficar um pouco da expressividade cinematográfica de Johnny Guitar, um filme onde as mulheres precisam impor a lei.

Quando e Onde ver:
Dia 02 de Abril de 2009, 19h, com comentários da acadêmica em História pela UFSM Natacha Käfer.
21º Ciclos de Cinema Histórico: Mulheres à Beira de uma Sessão de Cinema.
Auditório do CCSH – Centro; Rua Floriano Peixoto, 1184
Santa Maria, RS.
Entrada Franca

Macc Avaliação: 9

Anúncios

10º Ciclo de Cinema Histórico: Nos tempos do faroeste

Posted in Ciclo de Cinema Histórico, Drama, Faroeste on 14/03/2009 by cinemacc

x-ciclo

Considerado por muitos historiadores de cinema como gênero-pai dos filmes de ficção, o faroeste adentrou as portas do Ciclo de Cinema História e rompeu preconceitos e derrotou adversário, arrebatando uma platéia (com média de 71 pessoas por sessão) bastante motivada por esse tipo de cinema.

O faroeste ou western segundo Philippe Paraire “é por sua natureza um subgênero do filme histórico: conta, de maneira totalmente tendenciosa e geralmente romanceada, a história curta e muito violenta dos Estados Unidos” (excerto do livro O cinema de Hollywood, 1994, p.58). As obras selecionadas se comprometem com essa descrição de Paraire, mas também transitam por variações mais contemporâneas, em especial a partir da década de 1960, quando o gênero passou por ‘reinvenções’ e modificações estilísticas e temáticas, que tornam o faroeste, ainda hoje, uma experiência cinematográfica genuína.

Tradicionalmente o pessoal da organização do ciclo sempre apronta alguma surpresa ao público espectador. E dessa vez quase ouve tiroteio dentro do Auditório do CCSH. Caracterizados de cowboys e inspirados pelos clássicos do faroeste as sessões foram repletas de grandes filmes e de comentários à altura. Certamente uma expansão imaginativa pelo centro do Rio Grande do Sul.

Eis os filmes exibidos:

11 de Maio de 2007, 19h
Stagecoach (No Tempo das Diligências)
Direção: John Ford.
1939, EUA, 96min.
Com: John Wayne; Claire Trevor; Tim Holt; George Bancroft; Thomas Mitchell; Louise Platt.
Comentários: Oscar de Oliveira Siqueira.
Sinopse: Obra símbolo do faroeste tradicional. Nove pessoas são obrigadas a embarcar em uma perigosa diligência através do Arizona, cada um com seu motivo pessoal para realizar tal viagem. Mas em meio a isso grandes perigos tentarão evitar seus os objetivos, perigos esses simbolizados na figura dos índios.
Premiações: Academy Awards®: Melhor Ator Coadjuvante (Thomas Mitchell); Trilha Sonora. Indicado: Filme; Diretor; Edição; Direção de Arte; Fotografia em Preto-e-Branco.
Macc Avaliação: 9,5

21 de Maio de 2007, 19h
My Darling Clementine (Paixão de Fortes)
Direção: John Ford.
Estados Unidos, 1946, 97 min.
Com: Henry Fonda; Victor Mature; Cathy Downs; Walter Brennan; Ward Bond; Tim Holt; John Ireland; Linda Darnell.
Comentários: Vitor Otávio Fernandes Biasoli.
Sinopse: Wyatt Earp (Fonda) é o lendário xerife de Dodge City, mas hoje ele se limita a viajar com seus irmãos carregando gado. Em uma das viagens, ele deixa seu irmão mais novo tomando conta do rebanho enquanto vai ao saloon. Quando volta, encontra-o morto e decide aceitar trabalhar no cargo de xerife da cidade, tentando trazer a justiça ao local.
Macc Avaliação: 9

22 de Maio de 2007, 19h
Red River (Rio Vermelho)
Direção: Howard Hawks; Arthur Rosson.
Estados Unidos, 1948, 133 min.
Com: John Wayne; Montgomery Clift; Joanne Dru; Walter Brennan; Hank Worden; John Ireland.
Comentários: Ricardo Bins di Napoli.
Sinopse: O velho-oeste norte-americano enfocado sob a tradicional perspectiva do mundo que começava a sofrer mudanças espaciais. O tema evidencia a ação dos primeiros grandes criadores de gado, que visavam fortalecer a suas posses e a economia do Sul dos Estados Unidos, tratando também do tema de gerações entre Wayne e Clift.
Premiações: Academy Awards®: Indicado: Edição; Roteiro.
Macc Avaliação: 8,5

23 de Maio de 2007, 19h
High Noon (Matar ou Morrer)
Direção: Fred Zinnemann.
Estados Unidos, 1952, 84 min.
Com: Gary Cooper; Lloyd Bridges; Lon Chaney Jr.; Katy Jurado; Grace Kelly; Otto Kruger; Lee Van Cleef.
Comentários: Ricardo Oliveira da Silva.
Sinopse: Muito antes da série 24 horas, o ‘tempo real’ já era tema de filme, como este Matar ou morrer. Xerife está se aposentando, mas antes deve encarar um inimigo que todos consideram ser mortal, que chegará na estação de trem ao meio-dia em ponto.
Premiações: Academy Awards®: Melhor Ator (Cary Cooper); Edição; Trilha Sonora; Canção (Do Not Forsake Me, Oh My Darlin’, de Dimitri Tiomkin; Ned Washington). Indicado: Filme; Diretor; Roteiro. Golden Globes®: Ator (Cary Cooper); Atriz Coadjuvante (Katy Jurado); Trilha Sonora; Fotografia em Preto-e-Branco. Indicado: Filme – Drama; Roteiro; Carreira Promissora (Katy Jurado).
Macc Avaliação: 9

24 de Maio de 2007, 19h
Shane (Os Brutos Também Amam)
Direção: George Stevens.
Estados Unidos, 1953, 118 min.
Com: Alan Ladd; Jean Arthur; Van Heflin; Jack Palance; Ben Johnson; Brandon De Wilde.
Comentários: Jair Alan Siqueira.
Sinopse: Shane (Ladd) é um cowboy misterioso. Ele encontra a família Starrett, colonos que sonham em possuir uma fazenda para seu auto-sustento e acabam convidando Shane para trabalhar para eles. Assim o protagonista dessa vez, é um herói com muitos problemas, fugindo do estereótipo ‘invencível’ e autoconfiante. Merece destaque a relação entre Shane e a criança (De Wilde) que compõe as principais cenas da obra.
Premiações: Academy Awards®: Melhor Fotografia em Cores. Indicado: Filme; Diretor; Roteiro; Ator Coadjuvante (Brandon De Wilde); Ator Coadjuvante (Jack Palance).
Macc Avaliação: 9

25 de Maio de 2007, 19h
The Searchers (Rastros de ódio)
Direção: John Ford.
Estados Unidos, 1956, 119 min.
Com: John Wayne; Natalie Wood; Ward Bond; Harry Carey Jr.; Henry Brandon; Hank Worden; Vera Miles.
Comentários: Cristian Dias Barbosa
Sinopse: Talvez o mais destacado faroeste de todos os tempos. Ethan Edwards (Wayne) é um homem que parte em busca de vingança contra os índios que exterminaram sua família, ao mesmo tempo que tenta resgatar, com vida, sua sobrinha. Baseado em uma obra de Alan Le May.
Macc Avaliação: 10

28 de Maio de 2007, 19h
Rio Bravo (Onde Começa o Inferno)
Direção: Howard Hawks.
Estados Unidos, 1959, 141 min.
Com: John Wayne; Dean Martin; Ricky Nelson; Walter Brennan; Angie Dickinson; Pedro Gonzalez Gonzalez; Estelita Rodriguez; John Russell.
Comentários: Alexandre Maccari Ferreira.
Sinopse: O xerife John T. Chance (Wayne) e seus dois auxiliares: um beberrão (Martin) e um aleijado (Brennan) tem que lutar contra um bando que chega para trazer confusão em uma cidade do Oeste norte-americano. Juntam-se aos heróis um jovem (Nelson) repleto de confiança e uma bela mulher (Dickinson) que pode trazer algo mais problemático do que os vilões na vida de Chance.
Macc Avaliação: 10

29 de Maio de 2007, 19h
The Magnificent Seven (Sete Homens e um Destino)
Direção: John Sturges.
Estados Unidos, 1960, 126 min.
Com: Yul Brynner; Steve McQueen; Eli Wallach; Charles Bronson; Robert Vaughn; Brad Dexter; James Coburn; Horst Buchholz.
Comentários: Fritz Nunes.
Sinopse: Os moradores de um vilarejo no México estão cansados de serem saqueados por pistoleiros, liderados pelo temido Calvera (Wallach). Para acabar com esses foras-da-lei, eles contratam dois pistoleiros desempregados para defendê-los: Chris (Brynner) e Vin (McQueen), que buscam companheiros formando um grande grupo para lutar contra os vilões e defender o povoado. Refilmagem do clássico Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa.
Premiações: Academy Awards®: Indicado: Trilha Sonora.
Macc Avaliação: 8

30 de Maio de 2007, 19h
The Man who Shot Liberty Valance (O Homem que Matou o Facínora)
Direção: John Ford.
Estados Unidos, 1962, 119 min.
Com: John Wayne; James Stewart; Woody Strode; Lee Van Cleef; Vera Miles; Lee Marvin; John Carradine.
Comentários: Rogério Ferrer Koff; Alexandre Maccari Ferreira.
Sinopse: 1910, o Senador Ransom Stoddard (Stewart) e sua esposa Hallie (Miles) chegam numa pequena cidade para o funeral de Tom Doniphon (Wayne). Entrevistado por um repórter, Stoddard conta a história de quando era advogado na cidade e desejava deter o terrível pistoleiro Liberty Valance (Marvin) por meio da lei. Doniphon, um respeitado caubói, insistia na validade da lei do revólver. Além das diferenças de estilo, Doniphon e Stoddard compartilhavam o interesse pela mesma mulher, além da mesma vontade de acabar com a tirania. Frases que se tornaram símbolos do faroeste estão na obra.
Premiações: Academy Awards®: Indicado: Figurino em Preto-de-Branco.
Macc Avaliação: 9

31 de Maio de 2007, 18h30min.
Il Buono, Il Brutto, Il Cattivo (Três Homens em Conflito)
Direção: Sergio Leone.
Estados Unidos/Itália, 1966, 180 min.
Com: Clint Eastwood; Eli Wallach; Lee Van Cleef; Aldo Giuffrè; Luigi Pistilli.
Comentários: Rondon de Castro.
Sinopse: Clássico do Western Spaghetti. Três homens – o “Bom”, o “Mau” e o “Feio” – estão atrás de um tesouro escondido em um cemitério. Cada um deles conhece apenas uma parte da sua localização, o que faz com que eles tenham que se unir. O problema é que nenhum deles está disposto a dividir o que encontrarem. Repleto de ação e bom humor.
Macc Avaliação: 10

1º de Junho de 2007, 19h
The Wild Bunch (Meu Ódio Será sua Herança)
Direção: Sam Peckinpah.
Estados Unidos, 1969, 132 min.
Com: William Holden; Ernest Borgnine; Robert Ryan; Edmond O’Brien; Ben Johnson; Warren Oates.
Comentários: Gilson Vedoin.
Sinopse: Violência mostrada sob novo ângulo. Foras-da-lei realizam golpes sendo desafiando os perigos da lei da época. Até o momento em que decidem parar com os roubos. Mas um trem carregado de armas é uma remessa valiosa demais para passar despercebida pelos ladrões ‘aposentados’. Brutal e, talvez, nos tempos de hoje, um pouco mais aceitável.
Premiações: Academy Awards®: Indicado: Trilha Sonora; Roteiro – Original.
Macc Avaliação: 9

04 de Junho de 2007, 18h30min
Dances with Wolves (Dança com Lobos)
Direção: Kevin Costner.
Estados Unidos, 1990, 180 min.
Com: Kevin Costner; Mary McDonnell; Graham Greene; Rodney A. Grant; Robert Pastorelli.
Comentários: Cirilo Nunes da Silva.
Sinopse: Guerra Civil Americana, o jovem Tenente John Dunbar (Costner) protagoniza um ato heróico e, por sua opção, vai servir em uma região infestada de índios. Ao invés de participar de algum extermínio, ele consegue uma ousada aproximação com os nativos, descobrindo sua cultura, costumes e seu modo de comunicação.
Premiações: Academy Awards®: Melhor Filme; Diretor; Edição; Fotografia; Roteiro – Adaptado; Trilha Sonora; Som. Indicado: Ator (Kevin Costner); Ator Coadjuvante (Graham Greene); Atriz Coadjuvante (Mary McDonnell); Direção de Arte; Figurino. BAFTA: Indicado: Filme; Diretor; Ator (Kevin Costner); Edição; Fotografia; Maquiagem; Trilha Sonora; Som; Roteiro – Adaptado. Berlin Festival: Urso de Prata de Diretor/Produtor/Ator (Kevin Costner). Indicado Urso de Ouro. César Awards: Indicado Filme em Língua Estrangeira. Golden Globes®: Melhor Filme – Drama; Diretor; Roteiro. Indicado: Ator (Kevin Costner); Atriz Coadjuvante (Mary McDonnell); Trilha Sonora. Grammy: Melhor Trilha Sonora.
Macc Avaliação: 9

05 de Junho de 2007, 19h
Unforgiven (Os Imperdoáveis)
Direção: Clint Eastwood.
Estados Unidos, 1992,131 min.
Com: Clint Eastwood; Gene Hackman; Morgan Freeman; Richard Harris; Jaimz Woolvett; Saul Rubinek; Frances Fisher.
Comentários: Vitor Otávio Fernandes Biasoli; Alexandre Maccari Ferreira.
Sinopse: Ex-pistoleiro, chamado William Munny (Eastwood), leva uma vida pacata cuidando de seus dois filhos. Mas ele tem que fazer mais um serviço devido às suas más condições financeiras. Para isso, ele chama o seu velho amigo Ned (Freeman) para lhe ajudar a dar ordem na cidade. Mas o xerife (Hackman) tenta impedir a justiça a todo o custo.
Premiações: Academy Awards®: Melhor Filme; Diretor; Ator Coadjuvante (Gene Hackman); Edição. Indicado: Ator (Clint Eastwood); Direção de Arte; Fotografia; Som Roteiro – Original. BAFTA: Melhor Ator Coadjuvante (Gene Hackman); Indicado: Filme; Diretor; Fotografia; Roteiro – Original; Som. Golden Globes®: Melhor Diretor; Ator – Coadjuvante (Gene Hackman). Indicado: Filme – Drama; Roteiro.
Macc Avaliação: 9,5

06 de Junho de 2007, 19h
Brokeback Mountain (O Segredo de Brokeback Mountain)
Direção: Ang Lee.
Estados Unidos, 2005, 134 min.
Com: Heath Ledger; Jake Gyllenhaal; Randy Quaid; Michelle Williams; Anne Hathaway.
Comentários: Guilherme Rodrigues Passamani.
Sinopse: No espaço do faroeste uma história de amor épica sobre dois homens que se encontram no verão de 1963 e logo se vêem unidos. Mas suas tragédias e complicações trarão provações a seu relacionamento, ao mesmo tempo que lidarão com o preconceito da sociedade.
Premiações: Academy Awards®: Melhor Diretor; Roteiro – Adaptado; Trilha Sonora. Indicado: Filme; Fotografia; Ator (Heath Ledger); Atriz Coadjuvante (Michelle Williams); Ator Coadjuvante (Jake Gyllenhaal). BAFTA: Filme; Diretor; Roteiro – Adaptado; Ator Coadjuvante (Jake Gyllenhaal). Indicado: Ator (Heath Ledger); Atriz Coadjuvante (Michelle Williams); Edição; Fotografia; Trilha Sonora. César Awards: Indicado Filme em Língua Estrangeira. Golden Globes®: Filme – Drama; Diretor; Roteiro; Canção (A Love That Will Never Grow Old, de Gustavo Santaolalla; Bernie Taupin). Indicado: Ator (Heath Ledger); Atriz Coadjuvante (Michelle Williams); Trilha Sonora. Grammy: Indicado Trilha Sonora. Independent Spirits: Filme; Diretor. Indicado: Ator (Heath Ledger); Atriz Coadjuvante (Michelle Williams). Venezia Festival: Leão de Ouro.
Macc Avaliação: 8,5

ciclo-10

 No próximo post, ao som da história.